top of page
Placencal 200ml

Placencal 200ml

R$ 15,68Preço
IPI / ICMS / ISS incl.

Placencal possui como princípio ativo a Ocitocina Sintética, cujos efeitos farmacológicos e químicos são semelhantes aos do hormônio natural obtido por extração a partir do lóbulo posterior da pituitária. Age especificamente na musculatura uterina promovendo as contrações deste órgão durante o parto. Atua na glândula mamária, provocando a eliminação do leite contido nos alvéolos para os canais secretores.

  • Indicação

    Em partos normais, para abreviar o prazo de expulsão do feto, atonia uterina e retenção da placenta. Prevenção da atonia uterina nas intervenções cirúrgicas de cesariana. Retenção láctea.

  • Modo de usar

    Via injetável em injeções intramusculares.

    Vacas: 2 a 5ml.

    Agulhas e seringas, antes do uso, devem ser submetidas aos processos normais de esterilização. Realizar antissepsia no local da aplicação no animal com algodão embebido em álcool.

    Após aberto, o produto poderá ser utilizado por 21 (vinte e um) dias desde que conservado a temperatura ambiente (15ºC a 30ºC), em local seco e fresco, ao abrigo da luz solar direta.

    1 – Na ausência total ou parcial da contratura muscular uterina durante o parto: injetar por via intramuscular, uma dose de Placencal e se ao final de 20 a 25 minutos não se fizerem notar as contrações, repetir a dose.

    2 – Nos casos de expulsão da placenta: injetar por via intramuscular lentamente, 5ml.

    3 – Nas atonias uterinas: injetar por via intramuscular 5ml.

    4 – Na retenção láctea pós parto: injetar por via intramuscular, 5ml.

    5 – Nos sintomas da febre do leite (febre puerperal): injetar por via intramuscular, 5ml. A ocitocina não tem poder cumulativo e as aplicações podem ser repetidas sempre que necessário.

  • Carência

    O produto não requer período de carência para o abate de bovinos tratados.

    O produto não requer período de carência para o consumo do leite dos bovinos tratados.

    • A utilização do produto em concentrações diferentes das indicadas nesta bula pode causar a presença de resíduos acima dos limites aprovados, tornando o alimento de origem animal impróprio para o consumo.
  • Contraindicação

    Não administrar nas formas obstrutivas de distocia. Utilizar antes do parto quando a cérvix estiver naturalmente relaxada. Não aplicar em animais com hipersensibilidade a droga. Antes da aplicação da ocitocina tratar os animais que apresentem sinais de hipocalcemia e hipoglicemia.

    Possíveis Efeitos Colaterais:

    Após repetidas aplicações pode ocorrer cólicas uterinas e desconforto abdominal.

Produtos relacionados